quarta-feira, 22 de abril de 2009


Entretenimento em GOR

Goreanos são pessoas que amam a diversão. Eles abraçam a vida e dispõe muito tempo envolvido em diversas modalidades de entretenimento. Este entretenimento, muitas vezes é separado pelas castas. Castas são comumente segregadas e, algumas áreas, embora muitas vezes sejam apenas as Castas Altas e Baixas. Esta separação deve descrever muitas formas de entretenimento Goreano, de jogos mortais até simples jogos infantis.

Arena de Competições:

Varias cidades têm espaços que são semelhantes às arenas da Roma Antiga. Em AR, eles têm o Estádio das Espadas. Nessas arenas, todas as formas de jogos de combate são promulgadas. Os jogos são ilimitados em sua imaginação. Muitos destes jogos com armas, são até a morte. São os que mais frequentemente envolvem criminosos e mercenários pobres. A Casta dos Guerreiros (Casta Vermelha) raramente participa destes jogos. Prêmios em OURO e/ou liberdade são propostos aos participantes. Lutam com varias armas e em vários tipos de jogos e muitas vezes com capacetes de ferro que lhe impede a visão. Muitos homens “cestae” entram em batalha com anzóis e facas. O “cestae” pode enfrentar lanças e lâminas. Mulheres escravas lutam entre si, usando maiôs, por vezes com garras de aço em seus dedos. Feras são usadas frequentemente nas arenas de combate. Elas podem lutar umas contra as outras, ou mesmo contra homens armados e mulheres escravas. As batalhas não têm que serem justas apenas divertidas. Mulheres Escravas comumente lutam apenas por diversão, pois não são especialmente treinadas para as arenas. Existem grandes escolas profissionais de guerreiros e feras. Um cenário pode até ser inundado para batalhas marítimas, e abrigar feras marinhas predadoras.

Em Tharna, antes da revolução retratada em “Foras da Lei de GOR”, jogos eram chamados de Divertimentos de Tharna. Eram jogos de Gladiadores. Os homens de Tharna tiveram de assistir a esses divertimentos pelo menos quatro vezes por ano, ou tomavam parte neles. Um desses jogos foi feito com Carretas de Bois, onde homens foram colocados em Cangas e presos em grupos de quatro. Cada equipe foi algemada a um bloco de granito pesando cerca e uma tonelada (01 Ton.). As equipes teriam de rebocar os blocos. Um homem sentava-se sobre o bloco e servia de condutor e dispunha de um chicote. As Cangas eram feitas de prata. Em outro jogo, a batalha de bois, os homens usavam cangas equipadas com chifres de aço de cerca de 18 (dezoito) polegadas de comprimento. Eles tiveram que lutar entre si até a morte com esses chifres e mutilarem-se mutuamente.

Alguns jogos de combate são menos forais, como o canto estável. Essencialmente, estas lutas entre escravos são pouco mais do q brigas sangrentas. Em sua maioria, são feitos pelas Castas Baixas. Suas mãos são envolvidas em faixas de couro, a fim de não quebrarem as mãos. Podem chutar os oponentes, mas não podem matá-los. Vão lutar em períodos ocasionais para podem repousar e tornar a luta mais duradoura. Combates são divididos por peso, classe, e há sempre gritos e de apostas nestes eventos.

Corridas de Tarns:

Muitos Goreanos preferem corridas a combates de gladiadores. Em AR, fãs usam emblemas de seus times, com várias cores como azul, laranja, verde, vermelho, dourado, prata e amarelo. Estes emblemas são costurados sobre o ombro esquerdo. Mulheres das Castas Altas usam emblemas em suas sedas, enquanto as mulheres das Castas Baixas costuram rapidamente emblemas com retalhos de pano tingido. A média de fãs de corrida de AR, normalmente irá ficar para a ultima corrida, em um dia de corrida.

Uma Típica Corrida de Tarn de Faixas ocorre em grandes e abertos anéis suspensos no ar, com líquidos; Os Tarns iniciam em seus poleiros e devem terminar-nos mesmos poleiros. A pista tem um Pasang de comprimento. As duas partes seriam de cerca de 1700 polegadas de comprimento em média e 150 polegadas nos cantos. A pista é como um cânion estreito, em uma área retangular com extremidades arredondadas. O curso é determinado por doze anéis pendurados em grandes correntes, apoiadas em Torres. Seis anéis são retangulares e seis são redondos. A grande maioria dos anéis retangulares é disposta em três lados e os pequenos redondos são fixados nos cantos das paredes divisórias. Os Tarns devem passar por todos os anéis. Outros tipos de faixas também existem.

Entrar em uma Corrida de Tarn requer uma habilidade especial. Existem escolas para ensinar as habilidades necessárias. Estas habilidades de Corridas de Tarns especiais também são usadas em guerras ou em tarns jovens. Existem tarns menores, mais leves e suaves. São tão leves que dois homens poderiam levantá-los. Suas asas são mais amplas e mais curtas, o que permite uma decolagem rápida e uma grande capacidade de dar voltas e manobrabilidade em vôo. Esses Tarns podem agüentar um grande peso e resiste a ataques de outros Tarns.

Corridas de Tharlarion:

Varias raças de Tharlarions selecionados, são usados em corridas como montarias. A cidade de Venna é famosa por suas raças de tharlarion. Poucas informações são dadas nos livros sobre essas raças, mas eles são provavelmente similares a cavalos, embora provavelmente mais violentos. Como montaria de corrida, os pilotos são prováveis de ter a capacidade de atacar uns aos outros. Isso tornaria as corridas semelhantes às corridas de bigas da Roma Antiga.

Caça:

A Caça é um passatempo popular em GOR. Viajar para as florestas do Norte, as Montanhas Voltai, as Matas próximas a Schendi e outra áreas para buscar essa diversão. Gor é prolífera em vida selvagem e há pouca escassez de caça, salvo em lugares muito povoados. Mesmo mulheres livres, principalmente nas cidades próximas do das florestas do norte, tem sido conhecidas por empenhar-se na caça. A caça é muitas vezes feita com lança e arco. As armadilhas são muitas vezes utilizadas e Goreanos nunca deixam uma armadilha armada se eles não podem voltar. Cada animal tem seus métodos específicos para que seja caçado. Alguns caçadores vestem roupas de camuflagem verde, manchadas e com riscos irregulares pretos. Outros usam roupas de couro.

Nas ravinas do Voltai, caçadores de Larl usam Lanças. Eles procedem em uma única linha (Fila Indiana), durante a viajem. Quando um Larl é encontrado, o primeiro homem na linha é suposto lançar sua lança e depois cair no chão, cobrindo-se com seu escudo para que o próximo da linha possa arremessar sua lança. A pessoa que fica na ultima posição, deve defender a posição do grupo até o Larl esteja morto e, em seguida, enfrenta-lo com sua espada, sozinho dando chance para os outros escaparem. O Primeiro Lanceiro é geralmente o melhor caçador e o ultimo o pior lanceiro. Larls são predadores extremamente perigosos.

Palestrae:

Cada cidade tem um numero de palestrae e ginásios. È aqui onde os homens de varias castas podem exercer, exercitar-se e participar de concursos de diversos tipos. Às vezes. Diferentes palestrae competem uns contra os outros. Desenvolvem rivalidades e tentam vencer uns aos outros. Alguns jogos se dedicam ao arremesso de pedras, arremesso de vários dardos, tanto para a distância e precisão, vários tipos de corridas, saltos e Luta Romana. Muitos destes jogos são semelhantes aos dos gregos antigos realizados em seus Jogos Olímpicos. Existem também competições e campeonatos locais. As equipes podem ser formadas por diversas faixas etárias. Ganham prêmios, como faixas de lã de carneiro, tingidas de diferentes cores, como as fitas na Terra. Campeões podem até receber coroas tecidas com folhas da arvore TUR.

Banhos:

Estes são importantes centros sociais em GOR. Alguns são privados, mas a maioria são públicos. Por uma pequena taxa, eles estão disponíveis para todas as pessoas livres. Eles são separados por sexo, ainda que apenas durante o dia, pois isto não exclui a possibilidade de escravos de sexos opostos. Escravos Masculinos geralmente limpam os banhos. Armas não são permitidas em geral nos banhos. A Maioria dos banhos tem grandes Banheiras (como eram os banhos romanos) e alguns deles podem ser perfumados, ou ter serviços de quartos de massagem, saunas a vapor, pátios de exercícios, jardins de descanso, galerias de arte, corredores de passagem, áreas para comércio, bancadas médicas, salas de leitura, salas de música e muitas outras salas. Eles são mais do que simples casas de banho.

Comumente, as banheiras são grandes, feitas de argila e cobertas por porcelana, em formatos arredondados e em geral rasos. Elas são feitas sobre plataformas escondidas pelas paredes e pisos, e cada plataforma fica sobre um grande galpão. Existem fornalhas sob as plataformas para manter as banheiras sempre quentes e confortáveis. Uma banheira tem cerca de sete metros de largura por dezoito centímetros de profundidade. Os banhos são aquecidos por ventiladores e tubos subterrâneos ligados aos fornos, o que os torna mais complexos e fantásticos.
Existem várias maneiras para utilizar os banhos, mas existe uma forma comum. A primeira banheira é utilizada por um tempo médio, e talvez se use toalhas úmidas. Então escravos e escravas surgem para aplicar óleos aromáticos em seu corpo. Os óleos são usados para fazer massagens em seu corpo, e em seguida, removidas com auxilio de uma faixa. Existem várias formas de faixas apesar de serem normalmente de metal e quase sempre em forma de espátula. Após isso, em uma segunda banheira, escravos removem as sujeiras e os óleos com água limpa. Você tem a poção de fazer tudo isso sozinho ou auxiliado por uma escrava dos banhos.
Escravas de Banhos são escravos que trabalham em banhos públicos e privados. Elas usam uma corrente e uma coleira de chapa. Expõe uma placa com seu nome e seu custo. Elas usam toalhas para se cobrir e nada mais embaixo. Embora saibam nadar, muitas usam uma espécie de touca de couro sobre as cabeças como um turbante. As Meninas de Banhos estão lá para o prazer dos homens. Às vezes, as meninas vão fingir que nadam longe dos homens e tentam fugir, mas são facilmente capturadas pelos homens. Isto é feito a propósito, porque a maioria das meninas poderia facilmente evitar os homens se o desejassem. Elas se tornam excelentes nadadoras.

Os Banhos Capacianos em AR são considerados os melhores de toda GOR. As meninas custam a partir de uma Moeda Tarsk de cobre até uma Moeda Tarsk de Parta. Elas têm diversas banheiras, diferindo na forma, tamanho, decoração, temperatura e odor da água. Elas incluem como a Banheira das Flores Azuis, a Banheira dos Trópicos, a Banheira das Glorias de AR, a Banheira das Florestas do Norte, e da Banheira do Esplendor dos Hinrabians. Os Banhos Turianos também são altamente recomendados.

Taverna de Paga:

A Taverna de paga é uma combinação de bar, restaurante e casa de prostituição. Tavernas de Paga existem principalmente para o prazer dos homens, mas esses prazeres têm uma ampla gama. Os homens vão para as tavernas para relaxar ou socializar. Elas costumam abrigar jogos de kaissa e competições. Alguns lugares até tem tavernas especializadas para jogar Kaissa, tendo os tabuleiros gravados nas mesas. Os homens podem querer assistir às danças de escravas. É também um lugar onde homens podem aprender muitos sobre a cidade e ouvir as ultimas noticias. Um novo visitante de uma cidade pode aprender muitas coisas em uma taverna de paga, sobre seu novo ambiente. A Taverna de Paga é muito mais do que apenas um lugar aonde homens vão para apreciar Kajirae. Muitos fregueses nunca podem fazer uso de kajirae dessa forma.

A Taverna geralmente tem um baixo numero de mesas de diversos tamanhos. Um homem pode permanecer sozinho em uma pequena mesa ou partilhar com seus amigos uma mesa maior. Homens sentam-se de pernas cruzadas sobre almofadas de forma quadrada. Pode haver uma arena de areia na Taverna de Paga, para escravas dançarem ou escravos lutarem como gladiadores ou boxeadores. Existe um espaço de prazer, uma alcova coberta por cortinas, onde homens e escravas podem usufruir para o sexo. Muitas vezes existe uma cozinha, comumente separada da área principal, por portas ou cortinas. Fica fácil a movimentação das escravas que levam pratos e bebidas às mesas.

Os homens são geralmente servidos pelas Kajirae Paga (Paga Girl, Paga Escrava ou Paga Kajira), escravas que são uma combinação de garçonete e prostituta. Pelo preço de uma caneca de Paga, um homem também tem o direito de usar quem a serve. Ele pode levar uma menina para um dos nichos de prazer se assim desejar. Ele também pode manter a garota, durante o tempo que ele desejar ou até a taverna fechar no amanhecer. Para cada caneca que ele compra, o cliente pode ter uma escrava diferente.

As alcovas de prazer são frequentemente pequenas e suas entradas podem ser circulares, em média, vinte e quatro polegadas de diâmetro. Elas são geralmente dispostas em níveis, e para chegar até elas usam-se escadas fias nas paredes. Uma típica alcova tem paredes curvas, e tem cerca de quatro metros de altura e cinco metros de largura. Ela é iluminada por uma pequena lâmpada fixada em um nicho na parede. È forrada com sedas vermelhas e o piso são cobertos com peles e almofadas. As peles têm normalmente cerca de seis a oito centímetros de profundidade. Uma alcova normalmente irá conter correntes, cordas e um chicote. Você também pode solicitar a qualquer momento algum equipamento especial, como por exemplo, pulseiras de gancho, se forem de seu desejo. Algumas tavernas podem ter diferentes tipos de nichos, mas a maioria é bastante semelhante.

Mulheres Livres não são permitidas na maioria das Tavernas de Paga e escravas são permitidas em numero reduzido. Em alguns bares, as famílias são permitidas a entrada. Nessas tavernas familiares, são feitos esforços para promover a modéstia e o decoro. Mas nesses lugares tentam restringirem-se os abusos, de modo a não ofender a liberdade das mulheres. As maiorias das Mulheres Livres prefeririam não freqüentar estes estabelecimentos. Elas também não querem ver seus homens sobre o lascivo trato de tais kajirae.

Captura das Meninas:

Este é um jogo popular, jogado de varias maneiras em GOR. Pode ser mais formal ou informal. O jogo tem como base, uma escrava encapuzada e usando um sino ou sineta. Ela é, então, liberta em meio a vários homens também encapuzados, que a procuram e tentam captura-la. È proibido para a garota ficar um parada em um mesmo lugar, no intervalo de tempo de geralmente um NHI (1 minuto). Ela está sob o controle de um árbitro que utiliza uma chave para incentivar a menina a avançar e para marcar sua posição no campo. Escravas tentam aprimorar suas habilidades de evasão neste jogo, e algumas garotas são bastante qualificadas para isso. Em outro modo do jogo, são necessários cem homens e cem mulheres. O Objetivo é capturar tantas mulheres quanto for possível e coloca-las em seu Cercado Próprio, protegendo simultaneamente a sua própria mulher. Nestes grandes jogos, muitas vezes as mulheres ficam livres.

JOGOS

Goreanos desfrutam de uma ampla variedade de jogos. Muitos incentivam o desenvolvimento de habilidades desejáveis em jovens rapazes como a coragem, disciplina e honra. Outros jogos incentivam a audácia e a liderança e outros ainda ensinam sobre a natureza das mulheres e das escravas. Estes jogos incentivam a masculinidade e a maestria. Eles também jogam muitos jogos de adivinhação. Por exemplo, um jogo onde são usados, seixos e copos, semelhante ao “jogo da casca” na Terra. Três copos são utilizados e uma pedra está escondida sob um deles. Os copos são misturados e você tem que adivinhar qual deles tem a pedra. Um bom especialista em jogos de mãos, pode garantir que você nunca ganhe. Jogos de dados, placas e painéis prevalecem. Cama de Gato é um jogo popular no Norte de GOR, especialmente nas aldeias de Torvaldsland. Mesmo Meninas Panteras (Panter Girls) se divertem. Na Cama de Gato, você tenta criar intrincados padrões com cordas e auxilia na mobilidade e esquiva com cuidado.

Jogos de Dados:

Existem numerosas formas de jogar dados em GOR. Muitos jogos são comumente jogados com um a cinco dados. Os ossos de um VERR (Cabra) são geralmente usados para criarem dados. Eles têm suas marcas pintadas sobre eles. Isto é feito para tentar garantir que eles sejam justos. Números gravados do lado de fora podem não se tornarem justos pois podem deixar um dos lados diferente e o dado não rolará de forma igual ou seja de forma justa. Alguns ainda tentam fazer as gravuras em quantidades iguais, Algumas cidades fazem este tipo e dados e vendê-los e caixas seladas. Os dados supostamente foram testados 600 vezes e seus resultados ficaram próximos em uma probabilidade matemática. Dados Viciados são geralmente utilizados por algumas pessoas sem escrúpulos.

Cada número em um lado é chamado pelo nome de um animal, embora nem todos esses nomes fossem dados nos livros. “LARL” é o número Máximo e os outros são esmagados, basicamente refere-se ao seis (06). Um “URT” é o valor mais baixo, o um (01). O “VERR” é equivalente ao número quatro (04). O “SLEEN” existe mas não é indicado o valor que representa. Existem dois animais desconhecidos nas denominações. Fica à escolha dos jogadores decidirem quais animais e seus valores. Podem, por exemplo, seguir a tabela a baixo, com animais mais comuns nos Livros:

A tabela é um exemplo para o bom andamento do jogo.É totalmente inventada pelo autor do texto e não é descrita nos livros. Os animais citados aparecem nos livros. “OST” é um pequeno lagarto venenoso do tamanho de um rato. “SLEEN” é um ser hibrido entre mamífero e réptil com seis pernas, lembrando um “dragão de Komodo”, e do tamanho de um cão. “VERR” é como a típica Cabra da Montanha na Terra. “TARSK” é aparentemente similar a um Javali só que de tamanho maior, como um carro moderno. “LARL” é um grande felino maior que um carro moderno e lembra muito um tigre dentes-de-sabre, só que com cauda longa, possuem várias cores. “TARN” é similar a um falcão só que do tamanho de um elefante ou maior, os selvagens são feras perigosas e os domesticados são usados para transporte ou como aeronave de guerra.


Kaissa:

Este é provavelmente o jogo de tabuleiro favorito de GOR. A palavra “Kaissa” é o termo geral em Goreano para “Jogo”. Mas, quando usado sem qualificação, significa que é apenas um jogo, o Xadrez Goreano. È semelhante ao Xadrez da Terra, com o objetivo de capturar a Pedra do Lar do Adversário. Quase todos os Goreanos civilizados, independente da casta, jogam Kaissa. Existem muitos clubes e competições. A Maioria das bibliotecas tem muitos pergaminhos em matéria de estratégia e técnicas de Kaissa. Mais detalhes do jogo pode ser lido no texto Kaissa o Xadrez de GOR.

Zar:

Este é um JOGO de tabuleiro comum em Tahari. Ele tem algumas semelhanças com o jogo de Damas da Terra. Zar usa um tabuleiro de Kaissa, mas as peças são colocadas apenas nas intersecções das linhas. Cada jogador tem nove peças, de igual valor, que são inicialmente colocadas no cruzamento do tabuleiro mais próximo do jogador. Os cantos não são utilizados na colocação. As peças são geralmente pequenas pedras, paus, ou pedaços de estrume de Verr. As peças podem mover em um cruzamento por vez a manos que saltem. Pode-se saltar uma peça do adversário ou próprio. Um salto deve ser feito para um ponto desocupado. Múltiplos saltos são permitidos. O objetivo do jogo é de fato uma troca completa do posicionamento original. O primeiro jogador que fizer o posicionamento ganha.
Pedras:

Também conhecido como Adivinha das Pedras. È um jogo onde se deve adivinhas um certo numero de pedras escondidas nas mãos, normalmente de duas a cinco, e vocês tem que adivinhar o numero. Você ganha pontos na partida para cada acerto e você pode tentar novamente. Se você adivinhar errado, seu oponente ganha um turno a mais. O jogo termina quando uma pessoa chega a um determinado número de pontos, normalmente cinqüenta (50 pontos) Há muitas variações deste jogo. Também pode ser feito através de adivinhação ou mesmo número impar de pedras. Quaisquer pequenos objetos podem ser utilizados, tais como pedras, ou mesmo esferas de gemas preciosas. Há mesmo intricadamente esculpidos e pintados jogos de caixas contendo “pedras” forjadas cuidadosamente, para jogadores entusiastas. O jogo não é simplesmente para passar um tempo ocioso. Existem inúmeras sutilezas psicológicas e estratégicas envolvidas. Torneios são feitos e certas pessoas são conhecidas como campeãs desse jogo.

Diversão:

Pessoas Goreanas são muito sociáveis e desfrutam de jantares e festas. Nessas festas, é um honra sentar-se próximo das tigelas de sal vermelho e amarelo. Em alguns banquetes extravagantes, escravas podem mudar de roupa, jóias e até mesmo de correntes para combinar com cada prato de cada refeição.

Biblioteca:

A Maioria das cidades tem uma grande biblioteca pública com milhares de pergaminhos. Os pergaminhos são cuidadosamente organizados e catalogados. Estas bibliotecas estão abertas a homens e mulheres de todas as castas. Mesmo escravos são, por vezes, dados a permissão para entrar em uma biblioteca. Muitos Goreanos alfabetizados vão gastar seu tempo nesses edifícios, para aprenderem sobre uma variedade de tópicos. A maioria das bibliotecas é construída para serem belas, confortáveis e funcionais.

Arte:

A Arte é levada a serio em GOR. È considerada um acessório da vida cívica. Goreanos amam a beleza, as canções e a arte são os hinos de sua glória. Muitos artistas não se identificam ou assinam suas obras. Eles sentem que a arte, o seu poder, sua beleza, é mais importante, e não o criador da mesma. Muitos artistas se consideram pouco mais do que instrumentos e ferramentas através do qual o mundo, com seus valores e significados, se manifestam e se alegram. O artista não tende a ser muito orgulhoso de seu trabalho como deve ser grato a ele, que consentiu em falar através dele. O foco do artista tende a ser sobre a obra de arte em si, não em si mesmo como artista.

Ritmo de Vida:

Goreanos das cidades tem um ritmo de vida mais lento do que das cidades da Terra. As pessoas podem fechar as suas lojas e em grupos irem para o alto das pontes para assistir a beleza do céu. Goreanos não gostam de serem pressionados em suas tarefas. Dois Ahn (Duas Horas) para um almoço não é incomum. Embora a média seja de dez dias úteis, Ahn (1 hora), a quantidade de tempo no trabalho real é muito menor. Interromper uma Ahn precocemente não é raro.
Jardins Públicos:

A maioria das cidades tem um numero de bem cultivados jardins públicos. Eles geralmente têm muitas pistas sinuosas e isoladas. Eles normalmente são muito floridos. Os jardins têm, muitas vezes, bancos para sentar e relaxar. Goreanos atendem ao amor da beleza e da natureza. Eles muitas vezes ficam em uma zona sossegada relaxando.
Restaurantes:

Não há precisamente restaurante Goreanos expressamente. Existem salões públicos de Jantar, Tavernas de Paga e Cafés, mas não existem restaurantes específicos.

Compras:

Pechinchar é uma regra nos mercados de GOR. Não existem preços fixos. As cidades são recheadas de bazares e mercados. A maioria das pessoas deve ir a uma variedade de lojas especializadas. Muitos itens são vendidos perto de onde são feitos. A maioria das lojas não tem janelas. Elas geralmente estão abertas para a rua ou tem balcões abertos para a rua. À noite, eles são fechados e trancados. Lojas caras podem ter uma porta estreita que normalmente leva a uma área com toldos em seus lados em que os bens são exibidos. Mulheres Livres muitas vezes gostam de gastar seu tempo vasculhando os mercados locais atrás de quinquilharias.





Musica:

A música é popular em GOR, mas existem algumas diferenças importantes da música da Terra. Não há música escrita em GOR. Melodias são transmitidas aos filhos ou alunos. Muitos músicos goreanos são melodiosos e sensuais. Em GOR, há também uma série de instrumentos musicais simultaneamente familiares e estranhos a Terra. Não existem instrumentos curvos em GOR. Dos outros instrumentos, músicos têm mais prestigio. Prestigio é então classificado pelos flautistas (flauta), Kalika (espécie de viola ou bambolim), Tambores e, em seguida, os diversos instrumentos. Existem flautas duplas e individuais. Música de flauta é muito importante no teatro. O nome do flautista normalmente aparece na publicidade do teatro imediatamente após os grandes artistas. O flautista vai muitas vezes para o palco e acompanha cerca de interpretes, apontando-se discursos, fornecendo musica e tal.
Casta dos Músicos e Cantores:

“Um punhado de pão para uma canção” é comum um convite assim feito pelos membros desta casta. Eles não vivem bem, mas nunca morrem. “Nenhum músico pode ser um estranho” pois, pelo costume, são permitidos livremente dentro de praticamente qualquer cidade. Também por costume, eles não são supostos a serem escravizados por isso se pensa que eles devem gostar da música que faz a Gaivota do Vosk e serem livres. Eles estão imaginados como uma casta feliz, amada por muitos.

Casta dos Poetas:

Poetas são considerados artesãos que fazem ditos fortes. Eles raramente são impedidos pelo analfabetismo. Alguns poetas têm sido tão grande que são conhecidos entre os Tuchuks e Torvaldslanders. Poesia é raramente escrita. Em vez disso, é memorizado e cantado sobre os acontecimentos. Como músicos, eles podem visitar livremente as cidades e raramente são escravizados. O papel do poeta é o de comemorar e contar histórias e batalhas, relatando os heróis, as cidades e cantando a alegria e o amor. Eles lembram as pessoas da solidão e da morte, com medo de que eles devem esquecer que são homens.

Teatro:

Teatro é muito popular e é constituído de pequenas e grandes peças. As Principais peças incluem sofisticados dramas e comédias. Teatros menores incluem comédias pequenas, paródias, mímica, farsa e danças históricas. Nas Grandes peças, a maioria dos papéis tem atores mascarados. As mulheres não são permitidas no palco, para tanto os homens interpretam seus papéis. Vozes femininas são simuladas para que não pareçam homens. Mas, devido à soberba acústica da maioria dos teatros, esta é provavelmente mais uma questão de tradição do que ciúmes. Muitos também têm mascaras construídos com amplificadores. Embora as mulheres não interpretem em pequenas peças. Essas mulheres são geralmente escravas. Mascaras não são usadas em pequenas peças. Em farsas, os atores podem ou não estar mascarados, dependendo das funções.
Em pequenas peças, existem alguns personagens conhecidos pela maioria da audiência. Estes incluem, o Pai Cômico (com sotaque Turiano), o Pedante (normalmente um escriba), O Capitão Tímido, o Amante Jovem, A Cortesã Dourada, a Herdeira Desejável (poucos acenos como em Venna), o Mercador Pomposo, O Camponês Matreiro, as Damas Atrevidas (Bina e Brigella), o Chino (agente do Pai ou do Mercador Cômico), e Lecchio (o agente do Pedante).
Há muitas companhias teatrais onde o publico suspende suas descrenças ou faz suposições. Usam um pequeno pássaro preso em um cabo e movendo-o em certa maneira implicam uma equitação do pássaro. Um Kailla preso em um cabo e específicos movimentos implica em uma equitação de kailla. Um Ramo pode ser uma floresta, uma parede representa uma cidade. Uma Caixa numa mesa pode ser uma montanha ou cordilheira. Confetes pode ser neve. Um passeio por uma parte do palco, pode ser uma longa viagem. Alguns bastões cruzados e um pouco de seda podem ser tronos, tendas ou um quarto. Um manto negro pode ser um personagem invisível. Uma Faixa transportada por trás de um homem em geral indica que existem milhares de homens.
A participação da audiência é comum em peças menores do Teatro Goreano. Na realidade, é bem acolhido e encorajado. O público pode até jogar coisas como frutas, nos atores. Existem brigas entre os espectadores por aqueles que aprovam e os que não aprovam jogar essas coisas nos atores. O Teatro de Pentilicus Tallux é um grande teatro de AR. Ele se presta a grandes produções. Pode facilmente gerir mais de mil atores. Dada à força de seu estádio, mesmo Tharlarions e Vagões podem ser usados nele.

Feriados:

Numerosas cidades Goreanas comemoram feriados, eles variam de cidade para cidade. Outras festas são comemoradas em numerosas cidades, mas a data das férias pode variar. Alguns feriados religiosos são queridos, e outros são simplesmente pretextos para festas. O aniversário do Ubar / Administrador é muitas vezes um feriado nas Grandes Cidades.

Kajuralia:

Este é o feriado dos escravos, ou festival dos escravos. Ocorre na maioria das cidades do norte, uma vez por ano, com exceção de Porto Kar. A data varia de cidade para cidade, embora muitas cidades festejam-no no ultimo dia da décima segunda passagem do ponteiro. Em AR e outras cidades, é comemorado no último dia do quinto mês, o dia antes da Festa do Amor. Este é o nome comum para o quinto mês, que ocorre no final do verão. É o maior período de venda de escravos. Os escravos são permitidos burlar e fazerem truques com as pessoas livres, sem medo de serem castigados. A escrava diz: “Kajuralia”, depois de fazer a brincadeira. É de certa forma semelhante à Terra como o dia Primeiro de Abril.

Carnaval:

A décima segunda passagem do ponteiro, pouco antes da solenidade é , frequentemente, um momento de grandes festas. É o tempo de carnaval. Trupes teatrais, grupos carnavalescos, são comuns nessa época. Muitas vezes, são constituídos de vilões e marginais. Essas pessoas são negadas a dignidade da pira funerária e outras formas de enterro honroso. Estas trupes têm o direito de petição para atuar em uma cidade. Por vezes, as atrizes devem ser “testadas” pelos funcionários antes de a licença é concedida. Subornos podem também ser necessários para a obtenção de licenças. Subornos não são realmente secretos e há mesmo escalas para determinar o montante do suborno depende do tamanho do grupo., o numero de dias, etc. Licenças normalmente executado por cinco dias mas, ás vezes, apenas por uma noite ou de um desempenho específico. Licenças são comumente renováveis, dentro de uma determinada época, por uma taxa nominal. Trupes podem incluir, homens sobre pernas de pau, Cuspidores de fogo, malabaristas, palhaços, acrobatas, Sleen Dançarinos, Magos, Equilibristas, Mímicos, Domadores de Animais e muito mais.
Carnaval é um tempo para que as pessoas utilizarem mascaras e trajes bizarros. Há mesmo concursos de trajes e desfiles. Estas mascaram e figurinos permitem uma oportunidade para piadas e traquinagens. Elas também permitem que as pessoas livres fiquem incógnitas entre si. Algumas mulheres livres, quando mascaradas como escravas podem sair para longe e correr nuas pelas ruas.

Jogo dos Favores:

É jogado durante o carnaval que é um tempo de favores. Na versão básica, às mulheres livres são dados dez finos cachecóis. Cada grupo de cachecóis é único para cada mulher. A mulher livre, em seguida, passa o cachecol que concedem beijos para o destinatário. A primeira moça que distribua todos os favores do seu grupo de cachecóis e retornar ao ponto inicial ganha o jogo. Isto dá uma forma válida para que as mulheres livres possam flertar durante este evento.

Feiras Sardar:

Quatro grandes feiras são realizadas anualmente nas planícies da encosta ocidental das Montanhas Sardar. Essas feiras são livres para competições entre cidades de GOR e fornecem quase a única oportunidade para que pessoas possam se conhecer tranquilamente. A Casta dos Mercadores é que efetivamente organiza e administra as feiras embora nominalmente estejam sob a direção de um comitê de Iniciados. Mas, o conteúdo dos iniciados são simplesmente cerimônias e sacrifícios. Eles têm o prazer de delegar para os comerciantes. As feiras são apoiadas pelas barracas das feiras e dos impostos sobre os bens trocados.
A feira de En´Kara ocorre na primavera e é a primeira Feira do Ciclo da Sardar. As feiras são regidas principalmente pela Lei dos Mercadores. È também um crime contra os Priest-Kings haver batalhas violentas com sangue e morte nas feiras. A proibição contra a violência não é extensa aos escravos. Além disso, ninguém pode ser escravizado pelo justo, embora escravos possam ser adquiridos.
Várias castas usam as feiras para trocar informações com os outros. Normalmente, cada casta possui suas próprias convenções para cumprir. As feiras são uns terrenos comuns para resolver disputas territoriais e comerciais. Negociações políticas e intrigas são secretamente exaltadas. As instalações comerciais são melhores em GOR guardadas por aqueles de AR. Os empréstimos são negociados, mas geralmente a taxas dos usuários. Vários concursos são realizados, tais como lutas, corridas, proezas de força e habilidade com arco e lança. Músicos e poetas competem nos teatros. Quase nada não está disponível para a venda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget