quinta-feira, 2 de abril de 2009


Posturas e Comandos para Kajiras

Espera-se que uma boa Kajira conheça uma série de posições e seja capaz de responder à uma série de comandos comuns. Este trabalho deve mostrar um bom numero de posições que existem nos romances de GOR e descrever alguns comandos e suas utilizações. Porém é válido lembrar que outros comandos existem e a lista não termina aqui.

Ajoelhando: A posição primaria para todas as Kajiras é ajoelhar-se. A Palavra Goreana para se ajoelhar pode ser “Nadu”, mas é apenas uma especulação. Nos Livros, “Nadu” é apenas utilizado como um comando especifico. Todas as mulheres, pessoas livres e escravas, se ajoelham em uma sessão. As mulheres que se atrevem a sentar com as pernas cruzadas, como os homens, são vistas como insolentes e atrevida. Escravas em geral não são permitidas sentar-se em cadeiras e até poderia ser chicoteada por se atrever a sentar em uma. Kajirae (plural de kajira) devem ajoelhar-se comumente quando na presença de seu proprietário, ou na presença de qualquer outra pessoa livre.

Ajoelhar ainda é uma posição que pode ser assumida de forma fácil e bonita. Uma Kajira também pode melhorar essa posição, agindo com graça e beleza. O ato de se ajoelhar é visto como um sinal de respeito, expressando a apresentação de uma escrava. As costas devem estar retas, o queixo elevado e as pernas adequadamente posicionadas. As mulheres não ficam relaxadas nesta posição.

Quando uma menina se ajoelha, é habitual ela permanecer a poucos metros de distância de seu dono. Esta distância representa justamente a diferença de níveis entre o Dono de pé e a Kajira ajoelhada, o estado de inferioridade e humildade da escrava. Ela também coloca a escrava em uma posição onde pode ser facilmente visualizada. Se uma kajira se ajoelha propositadamente muito perto de seu Mestre, esta seria uma indicação de que ela deseja ser arrebatada, esperando que seu Mestre tome uma atitude. A posição de uma mulher de joelhos é muito importante. Mulheres Livres sempre devem manter suas pernas fechadas, sendo modestas.

Escravas da Cidade e da Casa também fazem o mesmo comumente, em geral são atribuídas tarefas domesticas, mas existem ocasiões em que elas podem servir seu mestre no prazer sexual. Nesses momentos, estas kajiras podem se ajoelhar de pernas abertas, caso o Mestre assim comande. Escravas de Prazer, e kajiras similares, geralmente mantêm suas pernas abertas, quando ajoelhadas. Elas são desprovidas de modéstia e abrem as pernas para que todos possam ver. Em geral, porém, mesmo que uma escrava esteja ajoelhada de pernas abertas, é provável que você somente veja alguns pelos pubianos. Tal posição não é tão reveladora como muitos pensam.

Nesta posição de ajoelharem-se, as posições das mãos também são importantes. Mulheres Livres irão repousar as mãos sobre suas coxas, com as palmas das mãos viradas para baixo. Escravas da Cidade e da Casa devem manter as mãos para frente e nunca cruza-las. Kajiras de Prazer devem repousar suas mãos sobre as coxas, com as palmas para cima ou para baixo, embora em algumas cidades devam mante-las atrás das costas. As palmas das mãos, quando viradas para cima, sinalizam que as escravas querem demonstrar necessidade do mestre, desamparo ou desejo de agradar.

“Postura” é um comando comum que é dado quando se espera que uma Kajira assuma a postura comum de se ajoelhar. Assim, as escravas da Cidade e da Casa, assumirão uma postura especifica que é diferente da postura de uma Kajira de Prazer. Às vezes, um Mestre pode desejar que sua kajira assuma uma postura diferente de seu tipo e, em seguida, ele vai lhe dizer especificamente qual postura deve assumir. Este é o lugar onde uma kajira da Cidade ou da Casa poderia ser ordenada a ajoelhar-se na postura de uma Kajira de Prazer. Uma postura que também pode ser ordenada para disciplinar uma kajira. Se for dada essa ordem, a Kajira deve levar esta postura da forma mais rígida possível. Se não for ordenada como forma de disciplina, uma kajira pode ficar um pouco mais relaxada. Pode ser que o dono permita algumas modificações tais como: ajoelhar-se sobre os calcanhares, virar a cabeça, etc. O objetivo deste treinamento é que a kajira deve ser atraente em realizar estes movimentos.

Na maioria das vezes, estas posturas, a kajira mantém a cabeça levantada. Isso dependerá da disciplina especifica de cada kajira e as preferências de seu Mestre. Ao manter sua cabeça erguida, isto irá eliminar a necessidade do comando de levamta-la. Ela também mostra a beleza facial da kajira. Além disso, a kajira pode ver quem está no recinto e é capaz de avaliar melhor o humor, necessidades e desejos de seu Mestre. Ou de qualquer outra Pessoa Livre no local. Ela pode ser mais agradável se estiver consciente do seu entorno. Uma Kajira não pode sair de qualquer uma dessas posições até que seja dada permissão para tal.

Um comentário:

  1. Sou interessado no comportamento de uma kajira tendo em vista que mesmo sendo submissas a maioria das mulheres não seguiriam este dogma litúrgico quero como dom me aprimorar no assunto

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget